Me indicaram Pilates. E não é por acaso...



Pilates é uma das atividades físicas mais indicadas pelos médicos. E não é à toa.


Vários clientes me procuram por problemas ortopédicos. Não adianta.... cedo ou tarde todos nós iremos ter um ou outro problema músculo-esquelético. As dores musculares ou articulares sempre surgem. Quando já se instalaram podemos trata-lás. Mas mais interessante ainda é preveni-las.


Nestes casos o Pilates entra como uma excelente ferramenta, e vou te explicar o porquê ele é uma das principais atividades recomendadas pelos médicos.

Nosso corpo é formado por diferentes músculos. Cada um deles tem uma função. E de acordo com a função tem um tipo de fibra.


Existem músculos que servem para sustentar o corpo. Dar suporte para o esqueleto, nos sustentar contra a gravidade para não desabarmos no chão; e músculos que tem função de movimento. Servem para que possamos andar, esticar o braço, pegar um objeto.


De acordo com essas funções a composição das fibras musculares mudam.


Os músculos antigravitários são os que nos sustentam e protegem as articulações. Eles conseguem ficar contraídos por muito tempo. Por exemplo, nós conseguimos ficar em pé por uma hora sem desabar no chão.


Outros músculos, porém podem ter mais força, como os do braço. É possível dar um soco em alguma coisa e colocar bastante força, mas tente ficar com o braço levantado por uma hora para ver o que acontece.... rsrs Pois é. Ele vai cansar logo nos primeiros minutos.


Outra diferença é que os músculos antigravitários são os que comumente chamamos de posturais. Eles são mais profundos e são responsáveis por manter a estabilidade das articulações, protegendo-as.


Os músculos de força e explosão são mais externos e mais estéticos. São os que dão forma ao nosso corpo, que nos modelam.


O que acontece no Pilates é que para treinar os músculos mais externos (que nos deixam bonitões) é necessário ativar os mais internos para que possamos fazer o exercício na melhor postura possível.


No Pilates quem nos estabiliza somos nós mesmos. Então é necessário recrutar musculatura que nem sabíamos que existiam para que possamos ficar na posição mais adequada para o exercício.


Além disso, a qualidade do movimento é muito importante. Existem movimentos que devem ou não serem feitos e o instrutor deve corrigir tudo isso.


Por exemplo, em um simples movimento de ponte ( que é levantar o bumbum do chão, estando deitado com os joelhos dobrados), há várias compensações que podem ocorrer. Se a pessoa não ativa abdômen e glúteos, a pelve vai subir fazendo movimentos para as laterais.


E por ativar tanto a musculatura postural (interna e de proteção das articulações), quanto as mais externas (as mais visíveis e estéticas), o Pilates consegue juntar vários benefícios. É possível melhorar as dores, prevenir lesões, melhorar postura, ganhar condicionamento, melhorar equilíbrio, e ainda de quebra dar uma melhorada no nosso visual.


Tá esperando o que pra começar!?


Espaço Uno

Av. Ana Costa, 414 cj 52

Gonzaga - Santos

(13) 3349-4446 ou 98114-4446 (whatsapp)


#Pilates, #Dorlombar, #Indicaçãopilates, #Pilatessantos,#Pilatesgonzaga, #Porquepilates

2 visualizações