Benefícios do Pilates para a postura e como isso pode melhorar a sua dor.

Atualizado: Jan 21



As dores ditas posturais normalmente são adaptações do nosso corpo à algum desajuste que sofremos. Vou dar alguns exemplos práticos:

Imagina uma pessoa que tenha escoliose. Na escoliose ocorre a fixação de uma vértebra em uma posição de rotação e flexão; ou seja, ela se inclina e roda e se mantém nessa posição (lembrando que isso acontece nos micromovimentos). Dessa forma a coluna acaba adotando uma posição que acompanha essa vértebra, se inclinando para o lado.

Como ninguém anda inclinado para o lado, a tendência do corpo é a de achar um equilíbrio. As outras partes da coluna assumem então uma inclinação contrária à da escoliose. Isso acontece principalmente para manter a cabeça alinhada e o olhar na horizontal. Essa adaptação, porém, pode gerar um desequilíbrio muscular e no futuro acabar gerando dores de cabeça, dor na ATM, dor no pescoço, entre outras. Isso é um exemplo de dor por adaptação postural. Ou seja, o corpo adota uma postura para compensar um desequilíbrio.





Um outro exemplo pode ser ilustrado como uma dor na coluna pode colaborar para uma postura de ombros “enrolados” para frente. Existe um músculo que vai da lombar, passa por toda a lateral do tronco, passa por baixo do braço, e se insere na parte da frente do ombro, na cabeça do úmero, chamado de grande dorsal.




Quando temos dor na coluna lombar esse músculo pode entrar em espasmo – ele contrai e não relaxa mais. Se esse músculo fica tenso ele pode acabar “rodando” o braço para frente, fazendo com que o ombro se curve para frente, adotando uma postura corcunda.


Esse é outro exemplo de uma compensação postural, podendo a longo prazo gerar dor ou desconforto na região de ombros ou cervical.


E como o pilates pode ajudar nesses casos?

Na escoliose encontramos músculos com excesso de tensão, encurtados e fracos.

Na dor lombar há uma série de músculos que não estão trabalhando como deveriam, sobrecarregando outros músculos que tentam fazer o papel dos que estão fracos ou em tensão.


No pilates trabalha-se muito os músculos profundos que são os responsáveis pela manutenção correta da postura e proteção da coluna e das articulações.


Existem vários exercícios de alongamento, força e resistência muscular. Dessa forma, buscamos reorganizar os músculos que estão encurtados e fracos para melhorar a dinâmica da coluna.

Quando a coluna é capaz de voltar para o seu alinhamento correto o corpo não precisa mais adotar posturas de compensação e as dores diminuem.


#postura, #pilates, #dorpostural, #dor, #dornacoluna, #dorlombar, #espaçouno, #Santos

7 visualizações